quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Resenha "Marley e Eu"


  Sinopse: John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos. 

  Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranqüilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível.







   Adquiri este livro pois sempre ouvi ótimos comentários sobre o filme (eu ainda não assisti), e devo dizer que não era bem o que eu esperava. O livro conta a história de Marley, um labrador muito problemático, do ponto de vista de seu dono Jhon, autor do livro. Marley é um cachorro muito ativo, que acaba causando muitos transtornos na vida de seus novos donos. Apesar de algumas passagens serem engraçadas, conseguindo divertir o leitor, o livro em si é bem monótono. A narrativa é lenta e, chega um ponto, em que deixa de ser interessante. Demorei mais tempo para lê-lo, do que é meu costume para leituras, e não havia, de minha parte, nenhuma ânsia para terminá-lo. É basicamente uma série de descrições sobre as transgressões de Marley. Sou apaixonada por cachorros e concordei com muitas das decisões de Jhon, principalmente a de não abandonar Marley só por causa de seu comportamento. Afinal, depois que passam a morar conosco, tornam-se parte da família, aprendemos a amá-los como a um filho. Mas ainda assim, não consegui achar o livro interessante. O final do livro é bem emocionante, me fez chorar (o que, para algumas pessoas pode compensar o restante da narrativa). Houveram comentários que o filme é mais interessante que o livro, pretendo assisti-lo em breve. O livro de 362 páginas, baseado em fatos reais, foi adaptado para o cinema em 2008.



"Ele olhou para mim com olhos marrons chorosos de cortar o coração e então lambiscou meu nariz. Eu o coloquei nos braços de Jenny e ele repetiu o gesto."












18 comentários:

  1. Ameeeeiii! Todo mundo indica muito esse livro e eu sou doida pra ler. Depois de sua resenha vou comprar com certeza!
    http://meninadalivraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Minha amiga leu e disse que amou. Já assisti o filme e gostei muito, até chorei em uns momentos :(
    Gostaria muito de lê-lo um dia. Adorei a resenha, apesar de você dizer que a narrativa é bem monótona, mesmo assim Marley e Eu está entre os livros que pretendo ler em 2016!

    ResponderExcluir
  3. Minha amiga leu e disse que amou. Já assisti o filme e gostei muito, até chorei em uns momentos :(
    Gostaria muito de lê-lo um dia. Adorei a resenha, apesar de você dizer que a narrativa é bem monótona, mesmo assim Marley e Eu está entre os livros que pretendo ler em 2016!

    ResponderExcluir
  4. Oi Pri.
    Eu não li mas vi o filme e sou apaixonada, choro todas as vezes no final. Sei que tem sobre o filho do Marley, mas ainda não vi o filme e muito menos o li. Talvez quando leia o livro do Marley, seja mais tranquilo por já conhecer a historia.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  5. Assisti o filme e gostei muito, me emocionei bastante!! Lindo demais!! O livro deve ser melhor detalhado, mas no filme a gente pode ver o amor do casal pelo cachorro e vice-versa!!

    ResponderExcluir
  6. Assisti ao filme e li o livro. Lembra-me dos cães que tive e que eram levados, claro que não tanto quanto esse cão. Tenho tanto o filme quanto o livro em casa.

    ResponderExcluir
  7. já assisti o filme e foi muito emocionante.

    ResponderExcluir
  8. adorei a resenha
    emocionante esse livro
    super recomendo.

    ResponderExcluir
  9. Assisti o filme desse livro, apenas por insistensia de minha amigam,mais amei tanto que eu tenho que ler o livro.

    ResponderExcluir
  10. Oláa! Li esse livro mais de uma vez e gostei muito, quem teve ou tem cachorros sempre acabam se identificando de um jeito ou de outro. E Marley é adorável rs Achei uma pena você tê-lo achado desinteressante em alguns momentos. Ainda não vi o filme também, mas tenho curiosidade. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Ainda não li esse livro, só vi o filme. Lembro que minha prima leu e disse que a carga emocional desse livro é bem pesada. Haha Falou que chorou bastante. É uma história muito bonita e que acaba nos emocionando mesmo, principalmente as pessoas que tem bichinhos em casa.

    ResponderExcluir
  12. Tô louca pra ler, só imagino o tanto que vou chorar já chorei no filme imagine no livro <3

    ResponderExcluir
  13. Olaaaaaaaaaaa
    Esse livro e muito bom
    eu li ele em um dia e chorei muito no final

    ResponderExcluir
  14. Esse é um dos livros que pretendo ler esse ano mas não sei se estou preparada :(

    ResponderExcluir
  15. Nossa... Gostei muito desse livro quando li... Acho que muitas pessoas como eu, conheceram essa história pelo filme... O livro também foi uma leitura meio lenta, quando o li, mas achei uma boa narrativa com otimas situações principalmente pra quem tem cachorro, não tem como não comparar.

    ResponderExcluir
  16. Pense num livro danado! Li quando ainda não havia lançado filme e ele não era tão famoso, caiu nas minhas mãos por fome de leitura mesmo, e como eu choreiii!
    Adorei a escrita leve e verdadeira do John, tanto que virei fã e comprei mais livros dele.. Recomendo pra quem quer sentir o carinho deles pelo Marley, e pra quem ama seus companheiros de 4 patinhas! ♥

    ResponderExcluir