quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Resenha "Minhas Lembranças"

SinopseQuando Ônix perde seus pais em um acidente na estrada principal da Dinamarca a caminho da comemoração da sua formatura, ela não sabia que poderia sentir o que sentiu. Culpava a si mesma por ter causado aquele desastre e o pior se lamentava por não ter dado o devido valor aos seus pais. Mas já era tarde demais. Seus tios de criação ficam cientes do acidente e então convidam Ônix para morar com eles no interior de Londres. Apesar de estar confusa e muito mal, Ônix se dá a oportunidade de reviver. E fazendo isso ela encontra com o seu velho amigo de infância. Calebe fez Ônix esquecer da sua própria dor assim que ela olhou aqueles olhos verdes melancólicos. Descobrindo o porquê da melancolia Ônix soube que aquele sentimento de amizade já não poderia ser mais chamado de amizade.








   O livro conta a história de Ônix, uma menina que perdeu seus pais aos dezoito anos e se sente culpada não só pelo acidente que os vitimou, como também por não ter lhes dado o devido valor quando vivos. Ao ir morar com seus tios em Londres, ela reencontra seu amigo de infância: Calebe e é aí que sua vida começa a mudar. Devo dizer que o livro não é bem o que eu esperava, pensei que fosse um romance do tipo água com açúcar, mas o livro cai bem mais para o lado do drama, e isso me surpreendeu. Não gosto muito de dramas, mas este livro conseguiu me conquistar. Gostei muito da luta pela superação da morte de entes queridos, e até mesmo a parte do sobrenatural caiu bem à história. O "segredo" de Calebe (que não vou contar para não dar spoiler) e o modo como eles lidam com isso é muito tocante, chorei algumas vezes durante a leitura, mas adorei! Só achei que para uma adolescente revoltada, Ônix tinha um vocabulário formal demais. O livro é curto, são 153 páginas, então a leitura é bem rápida e o enredo é ótimo, flui agradavelmente fácil. O final é bem realista, o que emociona ainda mais. Sinceramente não gostei do fim da história, não por ser ruim, é um ótimo final, mas achei muito triste.


   "Ao entrar em meu quarto, mal espero para deitar, a visão turva me faz procurar pela cama, ao me deitar feito uma concha, me deixo levar pela lágrimas ansiosas para sair, eu as estava prendendo há tanto tempo que nem noto quando começo a soluçar. A culpa é maior do que a saudade. Definitivamente."


Veja o book trailer do livro aqui





9 comentários:

  1. A estória parece boa, sendo leve e agradavel torna tudo melhor!!

    Beijos
    Amandsa
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Pri!
    Não tenho muita vontade de ler esse livro... sei lá, não é uma leitura que eu esteja procurando agora.
    E esse final triste assim já piorou a situação. :x

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. aiiiinn... trajédia é triste... mas eu queroo!!!

    vamos ver aonde vai dar essa história!!! :)

    ResponderExcluir
  4. O livro parece ser realmente muito triste, mas é bom ler histórias assim também.
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Parece ser triste, mas de um jeito leve... Fiquei interessada em ler! Esse trecho que voce postou, me lembrou um pouco Beijada por um anjo, HAHA acredita? Pois é :3
    me corroendo pra saber como vai ser esse fim tão realista ):

    Um beeijo!
    Pâm
    http://interruptedreamer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Sinceramente, odeio finais tristes. Mas geralmente é sempre bom ler alguns.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  7. A história é bem interessante.Amei,parabéns pela resenha e com toda certeza o livro é ótimo!

    ResponderExcluir
  8. Fiquei bastante curiosa para saber o segredo do Calebe! Adoro dramas, por isso tenho certeza que vou amar este livro. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  9. Sua resenha foi ótima!
    É que segredo será esse do Calebe? Curiosa estou pra saber!Adorei

    ResponderExcluir