quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Ponto de Impacto

Sinopse: Quando um novo satélite da NASA encontra um estranho objeto escondido nas profundezas do Ártico, a agência espacial aproveita o impacto da sua descoberta para contornar uma grave crise financeira e de credibilidade. O peso dessa revelação acarreta sérias implicações para a política espacial norte-americana e, sobretudo, para a iminente eleição presidencial.
   Com o objetivo de verificar a autenticidade da descoberta, a Casa Branca envia a analista de inteligência Rachel Sexton para a desolada geleira Milne. Acompanhada por uma equipe de especialistas, incluindo o carismático pesquisador Michael Tolland, Rachel se depara com indícios de uma fraude científica que ameaça abalar o planeta.
   Antes que Rachel possa falar com o presidente dos Estados Unidos sobre suas suspeitas, ela e Michael são perseguidos por assassinos profissionais controlados por uma pessoa que é capaz de tudo para encobrir a verdade. Em uma fuga desesperada para salvar suas vidas, a única chance de sobrevivência para Rachel e Michael é desvendar a identidade de quem se esconde por trás de uma conspiração sem precedentes.



   O que gosto nos livros do Dan Brown é que apesar da história ser fictícia, os elementos utilizados nela são reais, e com Ponto de Impacto não é diferente. A história do meteorito é fictícia, assim como a trama e os personagens, mas todas as organizações governamentais e tecnologias utilizadas existem de fato. Isso faz com que você pense que pode realmente acontecer algo parecido na vida real. A história gira em torno do mistério do meteorito, mas aborda muita política, principalmente corrupção e jogos de poder. Aprende-se muito sobre as organizações americanas, eu, por exemplo, nem sabia que existia um NRO (Escritório Nacional de Reconhecimento). E como não podia faltar, há também um pequeno romance em meio ao caos da tentativa de sobrevivência. Eu me perdia um pouco nas descrições de tanta tecnologia usada, mas isso não fez com que eu perdesse o entusiasmo de ler o livro. O suspense sobre quem é o conspirador prende você à leitura e ao descobrir de onde surgiu toda a trama o leitor se surpreende (pelo menos eu me surpreendi).


"Mesmo naquele momento, sabendo que provavelmente não viveria para conhecer a verdade oculta por trás do jogo mortal que estava se desenrolando na plataforma Milne, Rachel suspeitava que já sabia quem era o culpado."
   

2 comentários:

  1. Olá
    adoro os livros do Dan, mas esse ai em particular sinto uma tristeza imensa quando vejo, porque eu perdi. Pois é, emprestei, a pessoa não devolveu e agora eu não posso ler :(
    mas amei sua resenha e vou comprar ele novamente, assim que o money sobrar.
    bjoscas

    Jack
    www.mybooklit.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Passando para te convidar, para participar da promoção lá do blog. São 3 livros + Brinde Supresa! Ficerei feliz com sua visita!

    http://pollymomentos.blogspot.com/2011/12/promocao-2012.html

    ResponderExcluir